5. Direitos Humanos

A SCUDERIA defende a promoção e a defesa dos direitos humanos. Apoia integralmente e aplica em sua prática, ações de proteção e prevenção, ações reparadoras e protetivas dos direitos das pessoas. Repudia qualquer conduta ou situação que configure ameaça ou violação dos direitos e garantias fundamentais, individuais, coletivos ou sociais previstos na Constituição Federal ou nos tratados e atos internacionais celebrados pela República Federativa do Brasil.

Dentre nossas orientações para com os direitos humanos, destacamos algumas diretrizes:

  • Repudiar a opressão e a injustiça;
  • Ser intolerante com a violência de qualquer natureza;
  • Promover condições igualitárias e oportunidades equânimes de emprego;
  • Tratar as pessoas com respeito, com dignidade, justiça e lealdade, independentemente de origem étnica, cor, sexo, idade, religião cargo ou função, orientação sexual, característica física, nível hierárquico ou social;
  • Combater o abuso e a coação, o assédio moral ou sexual, a conduta ameaçadora de qualquer natureza;
  • Repudiar o uso de trabalho escravo.

 

5.1 Direitos do Deficiente, do Idoso, da Criança e do Adolescente

Assegurar que sejam respeitados os estatutos do deficiente – Lei nº 13.146/15, estatuto da criança e do adolescente, Lei nº 8.069/90 – ‎Lei nº 12.010/2009 – ‎Lei nº 13.010/14 , assim como o estatuto do idoso – Lei nº 10741/03.

Dentre nossas orientações para com este público, destacamos algumas diretrizes nas quais declaramos estar comprometidos:

  • Agir com respeito aos idosos, garantindo sua inviolabilidade e integridade física, psíquica e moral, abrangendo a preservação da imagem, da identidade, da autonomia, de valores, ideias e crenças, dos espaços dos objetos pessoais;
  • Combater qualquer forma de trabalho infantil;
  • Combater a exploração sexual infantil;
  • Combater a violência e agressão, verbal ou física, para com deficientes, crianças e adolescentes;
  • Incentivar a inserção de deficientes no mercado de trabalho, assegurando seus direitos promovendo sua inclusão social de forma mais ampla;
  • Aderir, promover e incentivar a participação em projetos de cunho social, que estejam pautados na promoção da cidadania, no apoio educacional e na inclusão social de deficientes, especialmente os que possuam déficit intelectual;
  • Aderir, promover e incentivar a participação em projetos de cunho social, dedicados à educação e promoção da saúde de crianças e adolescentes;

Saiba mais sobre nossas ações acessando a página RESPONSABILIDADE SOCIAL